Relógio da vaidade: a hora certa de usar recursos de beleza nas crianças

Postado em 22/07/2018

Relógio da vaidade: a hora certa de usar recursos de beleza nas crianças

Crianças adoram parecer adultas, seja no comportamento ou na maneira de vestir. Desde cedo, querem invadir o armário dos pais e a necessaire de maquiagem e esmaltes das mães. Mas, se antes a coisa era uma brincadeira que divertia a família, como ver a menina calçando um scarpin maior do que seu pé ou maquiada desastradamente com um batom vermelho, hoje em dia ganhou cunho comercial. Há uma série de serviços de adultos oferecidos às crianças, do salão de beleza ao mercado de moda.

"O interesse cada vez mais precoce se deve à cultura da moda, ao incentivo dos pais e à mídia, que cria cada dia produtos mais chamativos, com embalagens e propagandas que deixam os pequenos fascinados", conta a pediatra Elizabeth Bianchi. Mas, a partir de que idade, afinal, as crianças podem usar recursos de beleza, sem prejudicar a saúde?

"A idade de 12 anos é a mais apropriada, na minha forma de ver, já que coincide com a natural puberdade e interesse da própria criança", afirma Bianchi. "Os estímulos externos que ocorrem antes dessa idade pela mídia, por irmãs mais velhas, festas e escola devem ser permitidos pelos pais como eventuais. Tendo o cuidado de usar produtos químicos infantis", aconselha a especialista.

 

Outras Notícias

 

10 dicas para proteger o seu filho dos riscos na rede
Postado em 14/08/2018

10 dicas para proteger o seu filho dos riscos na rede

Ali na tranquilidade de casa, não parece que seu filho corre perigo ao acessar a internet, não é mesmo? Afinal, ninguém vai sair de dentro do computador para fazer mal a ele. Pensando assim, é dif&i...
leia mais »

Como manter a segurança das crianças na escola
Postado em 06/08/2018

Por: Malu Echeverria

As crianças passam cada vez mais tempo na escola. Embora a incidência de acidentes graves seja menor do que no trânsito ou em casa, não dá para arriscar. “É impor...
leia mais »

A solidão infantil – tantos brinquedos e ninguém com quem brincar!…
Postado em 30/07/2018

Um dos maiores problemas sentidos atualmente pelas nossas crianças prende-se com a diminuição do tempo de brincadeira e dos momentos de convívio – as famílias são cada vez menores, as pessoas passam cada vez mais tempo no local de trabalho e o aumen...
leia mais »