7 jeitos de ajudar seu cérebro a estudar melhor

Postado em 23/06/2018

7 jeitos de ajudar seu cérebro a estudar melhor

O cérebro é uma parte vital da rotina de estudos de qualquer um. Mantê-lo funcionando bem pode fazer uma grande diferença no rumo do sucesso. A seguir, veja sete dicas para impulsionar seus estudos na direção certa:

 

1 - Exercitar-se algumas vezes durante a semana

Na hora de se preparar para uma prova ou vestibular, nada melhor do que manter o cérebro em forma. Correr, andar de bicicleta, nadar ou qualquer outro esporte que desperte o seu interesse ajuda a fortalecer as conexões do cérebro. O resultado disso é a melhora de habilidades de aprendizado e memória, o que melhora o aproveitamento dos seus estudos. O recomendado é que o exercício dure pelo menos 30 minutos, cinco vezes por semana. Mas se você for novo aos esportes, talvez uma rotina mais leve nas primeiras semanas funcione melhor, ou você corre o risco de desistir da rotina antes de adquirir o hábito.

2 - Ser criativo

Desde livros de colorir até se aventurar a fazer um novo prato, o importante é fazer coisas novas para encorajar o cérebro a funcionar de maneira diferente.

3 - Capriche nas vitaminas e nutrientes

Tomar as vitaminas e nutrientes certos pode auxiliar seu cérebro de várias maneiras. Zinco e iodo contribuem para o trabalho cognitivo normal do cérebro. As vitaminas B6 e B12, assim como ácido fólico, ajudam a prevenir a famosa fadiga que leva o cérebro a querer procrastinar durante os estudos. Omega-3 e um dos seus ácidos graxos, o ácido docosahexaenoico, ajudam o cérebro a funcionar corretamente (o que é essencial para o aprendizado). O seu cérebro ganha muito a partir dos nutrientes encontrados nas seguintes comidas:

Zinco: carne, peixe, legumes, cogumelos, espinafre, brócolis, alho, nozes e sementes, cereais e laticínios. Iodo: bacalhau, algas, peru, iogurte, sardinha, ovos, morango. 
Vitamina B6: porco, galinha, peru, peixe, pão, ovos, vegetais, amendoim, leite e cereais. 
Vitamina B12: carne, peixe, laticínios e cereais. 
Omega-3: peixe, nozes, sementes e gemas de ovos.

Adicionar todos esses nutrientes pode parecer difícil, mas existem suplementos nutricionais que podem ajudar na tarefa. Os benefícios podem demorar a aparecer, então é importante começar o mais rápido possível.

4 - Socialize

A socialização é uma parte importante da vida de um estudante, e ela também tem um grande papel no desempenho do seu cérebro. Pesquisas mostram que conversar, mesmo que por só 10 minutos por dia, ajuda a manter o cérebro otimizado, o que resulta em melhor memória e funcionamento do cérebro.

5 - Tire uma soneca

A “power nap”, ou soneca da força, deve durar até 30 minutos para ser efetiva, e deve ser tirada durante o dia, no momento do auge do cansaço. Junto a uma boa noite de sono, ela dá o tempo necessário para que o cérebro se repare para mais um dia de aprendizado.

6 - Saia da rotina

Tente ser surpreendido pelo menos uma vez por dia. Mude o caminho até a escola, trabalho ou faculdade, faça compras num lugar novo, qualquer pequena diferença na rotina já ajuda o cérebro a melhorar a sua eficiência e produtividade.

7 - Tente algo novo

Novas experiências ajudam o cérebro a crescer e guardar informações com mais facilidade. Que tal começar um novo esporte ou aprender uma língua? Viajar e participar de eventos culturais também podem ser a mudança necessária para estimular o seu cérebro.

 

Outras Notícias

 

Crianças que praticam exercícios são menos estressadas, diz pesquisa
Postado em 19/02/2019

Toda criança precisa se mexer. Seja brincando, fazendo aula de educação física ou praticando algum esporte. Você já deve ter ouvido isso um montão de vezes, mas aí vai mais um motivo para colocar as crianças em atividade: fazer exerc&i...
leia mais »

A Idade da Vergonha
Postado em 12/02/2019

À medida que crescem, as crianças vão mudando suas atitudes, ficam mais reservadas diante dos pais ou daqueles que estão ligados ao seu cotidiano.

É normal que isso aconteça por volta dos oito, dez anos de idade, na pré-adolescência...
leia mais »

Criança agressiva na escola deve perder o ‘trono’ dentro de casa
Postado em 05/02/2019

Bonzinhos perto dos pais e bravinhos na frente dos coleguinhas precisam de limites e tarefas de socialização

Aquele velho e conhecido ditado popular “é de pequeno que se torce o pepino” é a mais pura verdade e deve ser levado à risca, princ...
leia mais »